Mino Pedrosa

Edson Fachin: Bênção de Nossa Senhora de Guadalupe

3 jul 2017

Esta semana duas batalhas que vão influenciar os rumos do mandato do presidente Michel Temer. Uma, para livrar a própria pele, arquivando a denúncia contra ele na Câmara; outra, para dar sobrevida ao seu governo, sacramentando a aprovação da reforma trabalhista no Senado.

“Perfeita, sempre Virgem Santa Maria, Mãe do verdadeiro Deus, por que se vive. Mãe das Américas! Tu que na verdade és nossa mãe compassiva, te buscamos e te clamamos. Escuta com piedade nosso pranto, nossas tristezas. Cura nossas penas, nossas misérias e dores. Tu que és nossa doce e amorosa Mãe, acolhe-nos no aconchego de teu manto, no carinho de teus braços. Que nada nos aflige nem perturbe nosso coração. Mostro-nos e manifesta-nos a teu amado filho, para que Nele e com Ele encontremos nossa salvação e a salvação do mundo”.

Foi assim que o ministro Edson Fachin do STF, buscando forçar na espiritualidade recorreu neste domingo às bênçãos de Nossa Senhora de Guadalupe.

A oração foi repedida pelo ministro pelo menos duas vezes em total discrição acompanhado da família. Religioso, fachin deixou de almoçar no bandejão do Supremo Tribunal Federal e tem evitado voar de avião. Fachin tenta um espaço na agenda para que um bispo abençoe o gabinete que ocupa no lugar de Teori Zavaski, ex-relator da investigação morto em janeiro deste ano.

Ontem, o ministro foi à igreja Nossa Senhora de Guadalupe buscar força para enfrentar o julgamento no processo que envolve o presidente da República Michel Temer.

Igreja Nossa Senhora de Guadalupe em Brasília

Sua chegada foi discreta para não chamar atenção e saiu antes do final da missa. Católico, reforçou pedido de proteção e saiu despercebido.

Publicidade

Anuncie Aqui